Riscos e Complicações

As complicações são novas afecções ou situações que podem surgir no curso de determinada enfermidade, devido à mesma causa ou a causas diferentes. Exemplo, uma cirurgia com uma infecção da incisão.

Em cirurgia torácica nos temos uma taxa de complicação que varia de 10 a 25%. Ou seja, em cada 10 paciente operados, de 1 a 4 deles apresentam complicações.

Os exames pré-operatórios servem para avaliar o risco desses eventos ocorrerem e assim tentarmos minimizá-los através de medidas preventivas antes, durante e após a cirurgia.

De um modo geral as complicações são divididas em:

Pulmonares

  • Infecção pulmonar (pneumonia)
  • Perda aérea (vazamento de ar pelo dreno), que poderá prolongar a internação
  • Fistula bronco-pleural
  • Insuficiência respiratória (intubação prolongada, traqueostomia)
  • Atelectasia com necessidade de Broncoscopia.

Pleurais

  • Infecção da pleura – empiema
  • Derrame pleural (liquido acumulado ao redor do pulmão).

Cardiovasculares

  • Trombose venosa e embolia pulmonar
  • Arritmias cardíacas
  • Infarto do miocárdio
  • Acidente vascular cerebral.

Outras

  • infecção da incisão / ferida operatória
  • Sepses
  • Sangramento.

RECUPERAÇÃO NO HOSPITAL

Depois da operação, você acordará na sala de recuperação. Você se sentirá sonolento. Um cateter introduzido na veia, infundirá soro e medicamentos para aliviar a dor e alguns aparelhos e cabos mostram a respiração e os batimentos cardíacos.

Para ajudar a prevenir infecções dos pulmões e mantê-los limpos, um fisioterapeuta ensinará exercícios para auxiliar a respiração. Dependendo de sua condição, um enfermeiro ou fisioterapeuta o ajudará a levantar e caminhar o mais breve possível para uma rápida recuperação.

TEMPO DE INTERNAÇÃO

Geralmente, o tempo de internação após uma operação varia de 1 a 5 dias, se não houver complicações.

A alta do hospital acontecerá quando:

  1. O pulmão estiver expandido
  2. Parar de sair ar (borbulhar) pelo dreno
  3. A quantidade de liquido que sai pelo dreno for menor que 200 ml nas ultimas 24 horas
  4. A dor estiver controlada
  5. Você se movimentar de forma confortável e segura
  6. A alimentação estiver normal
  7. Sem sinais de infecção.

Altair da Silva Costa Júnior
Ricardo Sales dos Santos
André Trajano

Baixe o PDF, clique aqui.


 

Voltar